Resenha: Maçã Crocante 40g da Croc Apple

Quando estive na Casa Santa Luzia, em São Paulo, trouxe para casa alguns quitutinhos “gourmets” como esse pacote de chips de maçã crocante da Croc Apple, que eu queria muito experimentar. Dá só uma olhada:

Maçã Crocante (2)

Na embalagem, consta que o produto é feito sem fritura, sem adição de açúcar e não contém glúten, aditivos ou conservantes. Possui baixo índice calórico e um alto teor de fibras, que ajuda a eliminar toxinas e auxilia na regulação intestinal.

Maçã Crocante (5)

Ela é pronta para o consumo e contém apenas maçã desidratada e canela como ingredientes, tornando-o um snack saudável para as horas em que bate aquela vontade de comer um doce ou um salgadinho no meio do dia.

Maçã Crocante (9)

Aliás, por ser sem açúcar, não espere um produto docinho. Ele tem um gostinho levemente azedinho da maçã com um toque de canela. É bem crocante e, na minha opinião, sacia bem a fome. Comprei o pacote de 40g por R$ 4,50. Fica a dica para quem procura por snacks saudáveis para o dia-a-dia!

Quer conhecer mais? Clique e confira o nosso post sobre 10 salgadinhos saudáveis para comer sem culpa!

 

Saiba qual o tipo de vassoura ideal para cada ambiente

Estamos com quase um mês de casados e aos poucos vamos nos familiarizando cada vez mais com os novos “brinquedinhos” da casa. No início tudo é muito divertido e a hora da faxina sempre rende boas gargalhadas entre a gente. E já que estamos falando de limpeza, vocês sabem qual o tipo de vassoura ideal para cada ambiente? Confira abaixo:

Que tipo de vassoura

 

Conheça os benefícios do arroz selvagem

arroz-selvagem-beneficios
Créditos: Flickr

O arroz selvagem é um grão típico da região dos lagos, na América do Norte, cuja aparência é escura e comprida. Ela pode ser encontrada em quatro tipos diferentes, sendo: arroz selvagem , arroz selvagem do norte, arroz selvagem do Texas e arroz selvagem da Manchúria. De sabor marcante e adocicado, é muito apreciada pela alta gastronomia e cai bem com carnes, frutos do mar e saladas.

E apesar de ser conhecida como um tipo de arroz, especialistas afirmam que a zizania – seu nome original – trata-se na verdade de uma semente de uma gramínea aquática, cultivada em lagos de águas rasas e brejos, que traz muitos benefícios para a saúde. Conheça alguns destes benefícios abaixo:

1 – O arroz selvagem possui fibras que melhoram o trânsito intestinal, diminuem a absorção de gorduras pelas células e controlam os níveis de açúcar no sangue. Ou seja, dá pra emagrecer comendo arroz de forma saudável!

2 – Ele ajuda reduzir os índices de colesterol no sangue.

3 – É uma fonte riquíssima de proteínas, que ajudam a ganhar massa muscular e participam ativamente da síntese de novas células do sangue.

4 – Possui substâncias antioxidantes que combatem o envelhecimento precoce causado por radicais livres, além de prevenir também contra o câncer.

5 – É rico em vitaminas do complexo B, que atuam diretamente no sistema nervoso e imunológico, além de trazer benefícios para a pele e os olhos.

6 – É uma ótima fonte de potássio, o que contribui para a excreção de sódio pelo corpo e diminui em até 24% os riscos de um acidente vascular cerebral, conhecido como AVC.

 

Creme vegetal: Você sabe o que é? Confira mitos e verdades!

creme-vegetal-mitos-e-verdades-beneficios

Variar a alimentação é muito importante e benéfico para o corpo e a saúde. Entretanto, há quem confunda quais nutrientes devem ser consumidos para obter uma refeição saudável. A gordura “boa”, por exemplo, é aconselhada numa dieta equilibrada, principalmente para manter a saúde cardiovascular em bom estado. O creme vegetal contém gorduras “boas” que podem ser grandes aliadas do organismo e da saúde do coração. É feito à base de óleos vegetais e contém gorduras poli-insaturadas, que não são produzidas pelo nosso corpo e podem colaborar na redução da formação da aterosclerose.

Alguns cremes vegetais, por sua vez, também contêm fitoesteróis, compostos vegetais que auxiliam na redução da absorção do colesterol. Estes estão presentes naturalmente, em pequenas quantidades, em alimentos de origem vegetal como frutas, verduras e óleos vegetais.

Conversamos com Lara Natacci, nutricionista da DietNet, que falou um pouco mais sobre as principais características desse alimento. Confira os mitos e verdades sobre o creme vegetal, a seguir:

 

1. Creme vegetal contém lactose

Mito. O creme vegetal não possui lactose, por ser derivado de óleos vegetais. No entanto, é necessário se atentar aos sabores Manteiga, pois estas variações podem conter leite e/ ou derivados de leite em sua composição, e consequentemente, conter lactose.

 

2. Creme vegetal pode ser utilizado em diversas receitas:

Verdade. O creme vegetal é versátil e pode ser utilizado na preparação de lanches, saladas e pode ser passado no pão e na torrada.

 

3. Creme vegetal contém gordura trans:

Mito. O creme vegetal não contém gordura parcialmente hidrogenada, chamada de gordura trans. Sua composição é formada, em sua maior parte, por ácidos graxos insaturados, as chamadas “gorduras boas”. A OMS – Organização Mundial da Saúde recomenda que 15% a 30% do valor energético de uma dieta seja composto de gorduras, destas sendo preferencialmente as mono e poliinsaturadas.

 

4. Creme vegetal contém gorduras “boas” que fazem bem ao coração:

Verdade. As gorduras insaturadas contribuem para a saúde cardiovascular e a manutenção de níveis adequados de colesterol sanguíneo, quando aliadas a hábitos de vida saudáveis e à prática de atividade física.

 

VOCÊ SABIA?

Creme vegetal não é uma margarina. Enquanto a margarina possui, obrigatoriamente, leite em sua composição, o creme vegetal é um produto a base de óleos vegetais! As bases dos produtos são diferentes.

Livro: Sucos para o dia todo

Vocês sabem que eu amo livros ligados à gastronomia, né? Esse era um dos que estavam na minha wishlist há algum tempinho e eu adquiri pelo Estante Virtual recentemente. O Sucos para o dia todo, de Pippa Cuthbert e Lindsay Cameron Wilson, traz 110 receitas para saborear do café da manhã à hora de deitar.

Livro-sucos-para-o-dia-todo (1)

Nunca fui muito fã de sucos, mas depois do casório tenho tentado “entrar na linha” para aproveitar um pouco mais os benefícios das frutas e dos legumes.

Livro-sucos-para-o-dia-todo (6)

O bacana do livro é que as receitas são divididas de acordo com o horário das refeições, sendo: Sete Horas – Chamada para acordar, Meio Dia – Hora da Fome, Quinze Horas – Hora da energização, Dezessete Horas – Hora do Coquetel, Vinte e uma Horas – Relaxamento Noturno e A Hora da Purificação. Dessa forma, o corpo consegue aproveitar o melhor de cada ingrediente de acordo com o melhor horário de digestão.

Livro-sucos-para-o-dia-todo (5)

Além das receitas, o livro também traz uma pequena introdução sobre batedores e liquidificadores (que tipos de aparelhos e acessórios você deve usar para fazer as receitas), o peso de cada ingrediente e os seus rendimentos.

Livro-sucos-para-o-dia-todo (4)

Também há uma listinha ao final do livro explicando sobre cada ingrediente, tipos de frutas e hortaliças, ervas medicinais e os benefícios nutricionais.

Livro-sucos-para-o-dia-todo (3)

Como podem ver, as receitas são bem explicadinhas e trazem em cada página o modo de fazer de forma bem sucinta e uma pequena explicação sobre os benefícios dos ingredientes usados.

Livro-sucos-para-o-dia-todo (2)

Comprei o livro por R$ 19 no Estante Virtual, mas você encontra um novo à venda por cerca de R$ 30 em lojas virtuais. Fica a dica! 😉